quarta-feira, 26 de novembro de 2014

COM A CARA E A CORAGEM...E VAMU QUI VAMU!

Me lembro muito do meu pai dizendo
- Quem não deve, não tem!
Ficar esperando anos pra juntar um dinheirinho pra realizar um projeto, não rola comigo. O negócio é começar, fazer dívidas. Aí o bicho pega. Correr atrás, trabalhar muito pra pagar as dívidas, e quando me dou conta, olha lá a coisa pronta, feita, bonita, um monte de cabelo branco e dor de estomago, mas sai. 
Finalmente, depois de quase três anos a nossa 
PREMAMETTA SCHOOL
começa a respirar. 
Pela primeira vez em muitos meses nossa conta tá azul no banco. Confesso que demorei um pouco pra entender como funciona não estar no vermelho e nem pagar juros pro banco...rss.... tinha me esquecido.
A escola tá legal com tudo que precisa, dentro do possível, claro, acabamos de reformar paredes trincadas, casinha de caixa d'água, pintura por dentro e por fora, compramos livros pra todas as crianças, uniformes, sapatos, professores com o pagamento em dia, merenda todo santo dia, luz, água dentro da escola, cozinha, crianças tendo aula de informática,  enfim, tá tudo dentro dos conformes.
E como o nosso sonho sempre foi ter uma escola auto-sustentável, onde as pessoas possam ajudar se quiserem, mas nós não dependeríamos total da ajuda e muito menos eu ficaria enchendo o saco de todos dia e noite pedindo dinheiro, estamos começando a construção, ao lado do parquinho, da tão sonhada 
Guest House, e o espaço para Meditação e Ioga da 
PremaMetta.

 A construção vai ser feita colada na cerca do parquinho e o espaço da frente e da esquerda, ficam pra jardim. Como somos muito otimistas, no futuro poderemos ampliar pro lado esquerdo.


E como eu disse no princípio do papo, sem dinheiro. Só com a cara a coragem e com um tico que espremi daqui e dali vamos começar.
Com as doações dos queridos amigos que me ajudam mensalmente eu pago professores, café da manhã das crianças, almoço mensal com galinha, material de limpeza, estas despesas fixas.
De agora pra frente, tudo que entrar vai pro novo projeto.
O carro graças a Deus está trabalhando todos os dias praticamente e se sustentando. Quer dizer, paga motorista, manutenção e banco.
Enquanto não terminarmos de pagar o banco não poderemos usar o dinheiro que ele faz.
A meu modo, vamos começar bem devagar e sem colocar o chapéu onde não podemos alcançar.
Faremos na parte de baixo um quarto, um banheiro e uma cozinha. O resto do espaço não terá nada por enquanto.
Na parte de cima será o espaço pra Ioga, Meditação, Eventos, alugar pra uma festa de casamento, noivado, qualquer coisa que o espaço seja legal pra oferecer.
A medida que as coisas forem melhorando e que os hóspedes começarem a aparecer, fechamos paredes e fazemos mais um quarto. Fechamos paredes e fazemos mais um banheiro. 
Calculamos aproximadamente 150mº o total construído.
A parte de cima não vai ter parede alguma. Só o espaço livre.






E na frente da construção será um jardim, porque indiano adora fazer festa e reunião em jardim.
É só colocar umas mesinhas ou mesmo tapete, eles sentam no chão e a festa rola.
Construção o mais simples possível e bonita. Não sei porque, mas aqui em Bodhgaya fica mais barato colocar mármore no piso do que cimentar. Então vai ficar bonito, fácil de limpar e fresco, já que a maior parte do ano faz muito calor.
Na parte de cima vamos fazer meia parede...Ventilado e com a vista bonita que temos de toda a plantação no entorno da escola.
E uma boa notícia, é que nossos alunos, alguns já adolescentes e mesmo ex-alunos, vão ter um lugar pra trabalhar.
Vamos ter cozinheiro, gente pra cuidar do jardim, da limpeza da casa, enfim, mão de obra não vai faltar. Isso me deixa muito feliz. Inclusive usar o espaço pra cursos profissionalizantes.

É isso meus amigos.

Se alguem achar que merecemos, ficaremos muito felizes em receber um presente de Natal. Qualquer doação será como sempre muito bem vinda e muito bem aproveitada.
Aos pouquinhos e juntos, conseguiremos.

Muito, muito obrigada mesmo. Não me canso de dizer e sempre acho que ainda é pouco agradecer a todos, todos que de qualquer forma me ajudam.

Namaste!
Jai Guru Iogananda!
Jai Ganesha!
Deus nos ilumine e nos dê muita saúde e alegria.
Amém.

sábado, 22 de novembro de 2014

LU COLOMBO...VOCÊ TERIA QUE ESTAR AQUI PRA SENTIR...

... a emoção, o frisson, ( uma sensação de prazer intenso, um gozo na alma, uma felicidade em demasia. É sentir como se pudesse flutuar devido ao sentimento de felicidade abundante), o cochicho, os risos nervosos, os olhinhos brilhando, o tititi no provador de roupas ( as quatro entraram no mesmo!) o muito obrigada a cada coisa que a gente comprava, o olhar de espanto quando eu dava bronca dizendo "ou vocês dizem o que querem ou não compro porra nenhuma", pra ver se elas se soltavam um pouco, saiam detrás da timidez excessiva, da falta de palavra, da falta de querer, da falta de hábito, a ansiedade, a alegria de me verem esperando por elas na porta da primeira loja, enfim.
Toda a alegria normal de um bando de quatro meninas num dia de compras e comprando o que elas escolheram.
Luciana minha querida, nada paga a alegria que você proporcionou a estas meninas hoje. Tenho certeza que elas devem estar falando até agora sobre o dia.
E este assunto vai durar pra toda a vida.
Muito obrigada de coração Lu...
Todas pediram pra te agradecer, agradecer, agradecer.
Namastê darling!



 Como o dinheiro que separei pras compras tava rendendo, fui inventando moda. Rolou até esmalte...rsss...

 Pela primeira vez a Puja falou alto, escutei claramente a sua voz.
Longe dos pais os filhos conseguem se soltar

 O brilho dos olhos conseguia ser maior que o brilho dos strass das sandálias que escolheram


 No tuc-tuc indo de uma loja pra outra...quinem gente grande!


 Parada pra encher a pança. Vieram direto da escola e sabia que estavam com fome.
Mais risos, mais alegria, muita surpresa prum só dia



 Compraram pulseiras e brincos. O mais engraçado é que como todo adolescente, todas compraram sempre os mesmos modelos...só mudando a cor.



 Esta é a melhor amiga da Puja, a fiel escudeira, que segura na mão dela, carrega o material da escola e hoje carregou a sacola de compras. 
Um doce de criatura.

 Tudo é novidade pra quem mora num vilarejo e a única saída de casa é pra ir à escola

 É uma pena que quando vou fazer a foto ficam sérias e em posição de sentido...rs...saíram da loja rindo muito e olha a cara séria um minuto depois..rs...
Fazer o que?

 Com as roupas escolhidas faltando vestir a calça que acompanha.
Comprei também uma calcinha pra cada e uma camisetinha pra colocar por baixo. Falei em sutiãn, quase houve um ataque cardíaco coletivo.
Não insisti...rs






VAMOS FAZER UM BIG ALMOÇO DE NATAL PRAS CRIANÇAS,
 COM PRESENTES...
MAS PRESENTES MESMO! 
VAI SER COISA SIMPLES E BARATINHA, MAS NÃO VAI SER CADERNO, LIVRO, OU SAPATO. 
COMO DIZIA MEU PAI, ISSO É OBRIGAÇÃO DOS PAIS.
CRIANÇA QUER É BRINQUEDO!
QUER ME AJUDAR?

A média de preço dos brinquedos, ou pulseirinhas pras meninas,  presilha de cabelo, bola, essas bobagens que criança gosta. vai ser em torno de 
 2 reais por criança
prum almoço bem legal, com frango, fruta e doce, gasto em média
8 reais por criança
Então, se você me doar 10 reais uma criança já tá garantida.

Conto com sua ajuda!

Jai Guru!
Jai Ganesha!
OM!

Obrigada meu Deus!

Aqui estão nossas contas


PREMAMETTA SCHOOL 


IEDA MARIA RIBEIRO DIAS

HSBC
BANCO 399
AGENCIA 1561
CONTA 0831621
CPF 156643506 44

ou


IEDA MARIA RIBEIRO DIAS
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

BANCO 104
CONTA POUPANÇA 013
AGENCIA 2381
CONTA 000186058
CPF 156643506 44
(em qualquer casa lotérica )

OU

IEDA MARIA RIBEIRO DIAS
BANCO DO BRASIL
BANCO 001
CONTA POUPANÇA 15405-9
AGENCIA 4352-4
VARIAÇÃO NÚMERO 51
CPF 156643506 44
ou nas agências dos correios


ou

                                                                                       PAYPAL 


Você pode fazer doação on line aqui no blog